Trampo no Cemitério do Baeta tá de matar!!!

aqui jazSalve, salve, simpatia!

Hoje, dei um pulo pra falar um até logo pra um parceiro no Cemitério do Baeta. Mano do céu! O que eu vi ali é de doer! Os coveiros estão abandonados, brigas internas que transformam o ambiente de trabalho num tormento, o próprio administrador decidiu abandonar o barco e as promessas vazias de sempre, desde o tempo da campanha eleitoral. Por falar nisso, alguém precisa avisar lá no bunker pro moço que a campanha acabou. Agora, tem que prefeitar!!!

Troquei uma ideia com alguns companheiros da nossa categoria e a fita é feia! Faltam EPIs, tem trabalhadora coveira com mais de 50 anos de idade carregando tijolos no muque e os túmulos estão com muitos problemas.

Fiz uma busca rápida no site do SINDSERV e achei uma matéria denunciando tudo isso, de 8 de dezembro do ano passado. Se você quiser dar um confere, clique nesse link. Fiquei p... da vida! Os caras não agilizam, não é possível!

Daí, vi uma outra matéria, de alguns dias depois, e comecei a entender melhor o que pode estar rolando: os caras querem entregar o patrimônio público para os "parceiros" e, para que o povão não se revolte, começam a sucatear o serviço, botando a população contra os trabalhadores e a favor da privatização. Tem até aprovação dos vereadores! Dá uma lida na matéria desse link que você vai entender melhor.

É o famoso "vou criar uma dificuldade pra vender uma facilidade".

Uma verdadeira vergonha para nossa cidade!

Como já disse Dante Alighieri, um mano cheio dos guéri-guéri, no capítulo da Comédia em que ele descreve a porta inferno: "DEIXAI TODA ESPERANÇA, Ó VÓS QUE ENTRAIS".

Vou me despedindo e deixando essa frase do Dante como sugestão pro gestor colocar num portal de entrada do Cemitério.

Só Deus na causa!

Um beijo pras minas e um abraço pros manos!

Bernardo Campanha

Pesquise