Quando tudo for privado, seremos privados de tudo!

tudo-privadoNunca me senti tão desrespeitado nesses 30 anos de Prefeitura. Tá na cara que eles querem destruir o serviço público e os servidores. Assim, “os amigos da privada” ficam com tudo.

Salve, salve, simpatia! Mais um ano acabando e a gente parece que está vivendo um lance de já ter visto esse filme. Como diria um mano meu, todo rebuscado, é tipo um “déjà vu”.

Tô com um caminhão de coisas entaladas aqui na garganta pra falar com vocês, meus iguais. Nunca me senti tão desrespeitado nesses 30 anos de Prefeitura. Mano, o manda-chuva do momento não tem capacidade nem de trocar uma ideia decente, sem agressões e sem fazer campanha eleitoral! O cara resolveu botar um alvo em nossas costas e dizer pra sua turma: “Olha lá, ali tem um servidor! Arranque todos os direitos dele e não escute o que ele tem a dizer”. Pô, velho, tá puxado!

Eles sabem que estão aqui de passagem e que nós, servidores, é que fazemos a cidade funcionar de verdade. E é aí que entra o lance de ter que nos destruir! Nós somos empecilho para que eles entreguem, de uma vez por todas, o patrimônio e a riqueza da cidade para os “amigos da privada”.

Com a aprovação da terceirização sem limites, os caras estão babando pra tomar a cidade na mão grande!

Porque não fizeram ainda? Porque tem os servidores como barreira! Daí, como não podem demitir todo mundo (por enquanto), eles vão criando condições insustentáveis. Humilhações, assédio, retirada de direitos, endividamento, adoecimento... Tudo isso está na ordem do dia dos malucos “do mercado” para fazer com que a gente desista do Serviço Público de qualidade. Já que não podem nos demitir, criam condições para que haja cada vez mais exonerações, adoecimentos, mortes!

É tipo uma frase que eu li no Facebook outro dia: “Quando tudo for privado, seremos privados de tudo”.

Não vai ter jeito: 2019 vai ser de reorganização de nossas forças e de construção de um grande movimento de resistência.

É isso ou o fim do serviço público. Tô indo nessa. Abraços pros manos e beijos pras manas.

Ah! Que nada! BEIJO PRA TODO MUNDO, porque eu beijo quem eu quiser!

Bernardo Campanha

Pesquise