Cidades vizinhas dão exemplo

Rio Grande da Serra: 10% de aumento

Apesar de ser a menor cidade e também a menor arrecadação do Grande ABC, Rio Grande da Serra aplicou aumento de 10% nos salários dos trabalhadores e trabalhadoras da prefeitura.

Os gastos com a folha de pagamento representavam 44% do orçamento de Rio Grande, agora passam para 47%.

Os trabalhadores vão receber o aumento a partir deste mês.

Mauá já definiu acordo coletivo

Em Mauá, o acordo firmado vai ajustar os salários dos cerca de 6 mil funcionários em 6,87%, repondo a inflação do período. A Administração da cidade também se comprometeu a incorporar aos vencimentos um abono de R$ 200, que foi concedido na gestão anterior. Lá, o acordo coletivo com o Sindicato já foi celebrado, faltando a aprovação da Câmara.

Diadema está no limite da LRF

A folha de Diadema já estava no limite da Lei de Responsabilidade Fiscal, comprometendo 51,08% do orçamento. Ainda assim, os servidores da cidade vão receber um aumento de 6,87%, que repõe a inflação, além de vale-alimentação de R$230,00, sem tabela de contribuição. Quem recebe até R$1 mil, tem mais R$132,00 de vale-refeição.

Pesquise