ABCD Maior destaca Campanha Salarial dos servidores

Funcionalismo das duas cidades realizam primeira reunião com prefeituras nesta terça-feira

Os servidores públicos municipais de Santo André e São Bernardo iniciam diálogo com as prefeituras para debater a campanha salarial de 2015 nesta terça-feira (23/03). Na primeira reunião de negociação, os sindicatos que representam a categoria em cada uma das cidades apresentarão pedido de aumento real de salários (reajuste acima da inflação).

Em São Bernardo, a campanha salarial já completa quase um mês mas até agora não houve sinalização da Prefeitura. A reivindicação dos funcionários públicos é de 11% de reajuste salarial, sendo 6,5% relativo à inflação e 4,5% de aumento real.

Além do reajuste, os servidores de São Bernardo pedem abono de R$ 500. Nos últimos dois anos, o abono foi de R$ 310. No vale refeição, a categoria cobra valor de R$ 22,97 por dia.

O presidente do SINDSERV de São Bernardo, Giovani Chagas, aguarda o início do diálogo para repassar um posicionamento à categoria. "Vamos saber o que eles acham de nossa proposta, que foi aprovada em assembleia pelos servidores."

Santo André - Os servidores públicos de Santo André cobram reajuste de 8,49%, além de parte do pagamento das perdas salariais dos últimos anos.

"A Prefeitura tem alegado dificuldades financeiras, mas precisamos repor nossas perdas salariais", explicou o presidente do SINDSERV de Santo André, Carlos Alberto Pavan.

Fonte: ABCD Maior, 24 de março de 2015

Pesquise