Trabalhadores do Complexo Vergueiro vão às ruas junto com SINDSERV

O SINDSERV realizou uma paralisação na Avenida Senador Vergueiro, em frente ao Departamento de Gestão de Pessoas, na manhã de 17 de abril, em continuidade à Jornada de Lutas para mostrar a indignação dos trabalhadores públicos de São Bernardo com o desrespeito da Administração da cidade em não negociar a pauta de reivindicações da Campanha Salarial deste ano.

"Nós temos uma data-base em março e a Administração, sequer, chamou o SINDSERV para negociar. Durante essa semana realizamos quatro atos na cidade e juntos mostramos que queremos a negociação já e não no mês de maio, como disse o prefeito. Estamos insatisfeitos com essa Administração que demonstra desdenho com os servidores do município. Vamos lutar pelos nossos direitos", afirma Geraldo Izaías Pereira, Diretor Jurídico do nosso Sindicato.

A manifestação de hoje contou com a participação dos trabalhadores do Complexo Vergueiro e de setores do entorno. "Pedimos a compreensão dos munícipes, dos comerciantes, pois estamos nas ruas para mostrar a forma com que a Administração está tratando os trabalhadores públicos. Apresentamos a nossa pauta e a Administração se recusou a negociar e desrespeitou a nossa data-base, que conquistamos, que é nosso direito. Queremos respeito e valorização, afinal são os trabalhadores públicos que fazem a cidade funcionar, eles educam as crianças, cuidam da saúde, mobilidade, segurança", explica Giovani Chagas, Presidente do SINDSERV.

2º grande ato

Agora é o momento de todo trabalhador contribuir e ao longo das ações realizadas nestas últimas semanas deu para perceber que o que não falta é disposição de luta, que continuará até sermos atendidos. "Na próxima sexta-feira, 24 de abril, às 18h, estaremos concentrados na Praça Santa Filomena, para realizarmos um 2º Grande ATO e não tem outra forma a não ser exercer o direito de manifestação, de expressar a indignação, a revolta, que estamos com a Administração que não respeita a nossa data-base", completa Giovani.

Nossa força

No dia 8 de abril, quase mil trabalhadores foram às ruas e mostraram ao ABCD, a insatisfação com o desrespeito da Administração em NÃO negociar e a capacidade de organização! "Foram quase mil trabalhadores pedir a retomada IMEDIATA das negociações, a pauta é coerente, é possível, o prefeito tem condição de atender porque o orçamento comporta, mas falta vontade política, prioridade em atender às nossas reivindicações", conta Cássia Tochetto, Secretária Geral do SINDSERV.

Clique aqui e leia a nossa pauta de reivindicações.

Clique aqui e veja as fotos do ato.

Leia também:

Trabalhadores do Complexo Tiradentes também aderem à Jornada de Lutas e demonstram indignação com a Administração

Em continuidade à Jornada de Lutas, SINDSERV e trabalhadores do Complexo Centro travam o trânsito

Trabalhadores do Complexo Kennedy mandam recado à Administração e param o trânsito

Pesquise