Categoria vai à Câmara expressar indignação com descaso!

ato dia 29

Diante do desrespeito da Administração, que não quis negociar a pauta de reivindicações da Campanha Salarial de 2015 no mês de março, período da nossa data-base, o SINDSERV organizou a Jornada de Lutas, com uma série de atos nas ruas da cidade, para demonstrar ao prefeito e aos munícipes a indignação dos servidores públicos com a forma que estão sendo tratados.

Na próxima quarta-feira, 29 de abril, às 9h, estaremos na Câmara Municipal, e usaremos a tribuna. "Mais uma vez, expressaremos o nosso sentimento de insatisfação com essa Administração que não respeita a nossa data-base, ela não dá prioridade às melhorias no serviço público e não se importa em valorizar os trabalhadores que cuidam da Saúde, Educação, Segurança, Mobilidade, Serviços Urbanos, Cultura, entre outros. A verdade é que o prefeito trata com verdadeiro descaso os servidores públicos de São Bernardo do Campo", afirma Giovani Chagas, Presidente do SINDSERV.

Em reunião no mês de março, a Administração postergou as negociações para o mês de maio, sem se preocupar, sem respeitar, a nossa data-base. Então, lançamos uma Jornada de Lutas pelos setores e realizamos dois grandes Atos pela Campanha Salarial. Também entramos em estado de greve, que significa um ALERTA PARA UMA POSSÍVEL PARALISAÇÃO GERAL DOS SERVIÇOS PÚBLICOS DE SÃO BERNARDO DO CAMPO.

Sim, se o prefeito não negociar nós iremos seguir o caminho da greve. E, só voltaremos com as nossas atividades quando formos atendidos! A nossa pauta é coerente, justa e responsável, e sabemos que cabe, perfeitamente, no orçamento da Administração. Não falta dinheiro, falta vontade política para priorizar as negociações!

Trabalhador na rua, Prefeito a culpa é sua!

Pesquise