Qual será a sua desculpa?

"Prefiro morrer de pé que viver sempre ajoelhado"

Emiliano Zapata, líder da Revolução Mexicana, cunhou esta frase num momento em que via seu povo amedrontado pela força do governo. Isto serviu como um chamado que movimentou todo o país e derrubou os ditadores!

Queremos que o exemplo deste povo nos contagie! Basta de tanto desrespeito, assédio e opressão! Vamos, juntos, lutar por aquilo que é nosso direito!

"Se não há justiça para o povo, que não haja paz para o governo"

E já que é para lembrar de Zapata, esta é mais uma de suas frases que tem muita relação com a nossa luta!

Realizamos 10 atos na cidade, dois no centro e oito nas mais diversas regiões de São Bernardo. Em todos eles, paramos o trânsito e travamos um diálogo intenso com a população. Denunciamos o desrespeito e conquistamos a simpatia do povo!

Se a proposta do governo municipal for o arrocho salarial e a manutenção da injustiça, podem ter certeza de que não haverá paz!

Qual será a sua desculpa?

Ninguém está satisfeito com o desrespeito da Administração, mas nem todos participam das ações para mudar este quadro. As desculpas são as mais variadas possíveis: uns não gostam de sindicato, outros acham que a cor da bandeira é feia, outros, ainda, lembram da greve de 1990 e os mais novos da paralisação da Educação em 2013. Lamentavelmente, estamos sob uma Administração que cometeu práticas anti-sindicais, como imputar falta injustificada a um direito legítimo de paralisação (entramos na Justiça contra este absurdo) ou passar por cima da decisão de uma Assembleia. É contra estas práticas que estamos na luta, e quem luta, mesmo quando ganha, fica com cicatrizes. Então, vem pra luta, dê um belo exemplo à sua família, à sua cidade, não dê desculpas!

 

Pesquise