Greve na mídia: Portal da CUT SP

Mais de quatro mil trabalhadores (as) municipais entram em greve em São Bernardo do Campo

Em manifestação na manhã desta quarta (13) categoria demonstra que sem ela a cidade para

Mais de 4.000 trabalhadoras e trabalhadores públicos de São Bernardo do Campo se reuniram nesta quarta, 13 de maio, desde às 6h da manhã, na Praça Santa Filomena. Logo cedo, a animação e a disposição para a luta era geral, nem a garoa do amanhecer atrapalhou nosso movimento.

Perto das 9h, a categoria fez uma caminhada pela Marechal até o Paço, onde se manifestou em protesto ao desrespeito da Administração com os trabalhadores (as) do município. Palavras de ordem mandaram o recado ao prefeito: "Com força, com garra, o aumento sai na marra!". A paralisação congestionou o trânsito e impediu o acesso às principais vias do centro da cidade.

Cartas Abertas foram distribuídas pelos trabalhadores à população, muitos esclarecimentos feitos e o apoio dos munícipes foi garantido.

No Paço, uma parte dos trabalhadores ocupou a Câmara Municipal enquanto outra se dirigiu à Avenida Lucas Nogueira Garcez para mais um protesto.

Na Câmara, os trabalhadores realizaram uma grande manifestação e pediram o apoio dos vereadores. "Suspendam a aprovação de qualquer projeto enquanto durar nossa greve. Esta será uma grande demonstração de apoio", conclamou na tribuna Giovani Chagas, Presidente do SINDSERV.

 

http://cutsp.org.br/mais-noticias/4992/mais-de-quatro-mil-trabalhadores-as-municipais-entram-em-greve-em-sao-bernardo-do-campo

Pesquise