Categoria rejeita nova contraproposta e mantém a GREVE

Entre 10h e 18h30 desta quinta-feira, uma nova rodada de negociações aconteceu entre o SINDSERV e a Administração. Ao final, a segunda contraproposta, desde o início da GREVE, foi apresentada.

O presidente Giovani Chagas subiu no carro de som e, diante de mais de quatro mil trabalhadores, explicou que o resultado ainda não era o esperado pela categoria, e enfatizou dois motivos: a manutenção da ameaça de desconto dos dias parados e a exclusão dos aposentados na nova proposta: "A discussão dos dias parados é uma questão de honra para nós. Desde o início estamos falando isso. Colocar o desconto para amedrontar, nós não podemos admitir. Deixar nossos aposentados de fora, também não podemos admitir. Por isso, não vamos votar nada hoje e enquanto não discutirmos os dias parados, sem perdas para os trabalhadores, a GREVE continua", defendeu Chagas, sendo apoiado por todos os trabalhadores concentrados no Paço.

Nesta sexta-feira, acontece mais uma rodada de negociações, cujo resultado será levado para análise e decisão da categoria em Assembleia, às 18h, também no Paço.

Pesquise