SINDSERV participa de Dia Nacional de Paralisação

Enquanto esperam por novas informações, os trabalhadores públicos, em GREVE há 17 dias, participaram na manhã de 29 de maio, do Ato do Dia Nacional de Paralisação em protesto contra o ajuste fiscal do governo e contra a terceirização, organizado por centrais sindicais e entidades dos movimentos sociais, na Praça da Matriz, em São Bernardo do Campo.

A concentração dos trabalhadores públicos começou às 7h, no Paço, local de onde saíram em caminhada até a Praça da Matriz. "Está lindo de ver essa união, força e garra da categoria. Juntos somos mais fortes! A Mesa de Negociação terá continuidade e, às 18h, teremos uma nova Assembleia, no Paço", afirma o Presidente do SINDSERV, Giovani Chagas. 

Durante o ato, Chagas agradeceu o apoio de todas as entidades, deputados e vereadores. "Temos a consciência que a luta tem que ser hoje, amanhã e todos os dias contra as medidas prejudiciais aos trabalhadores. Enquanto classe trabalhadora continuaremos lutando e vamos conseguir derrubar essas medidas que estão oprimindo e vão acabar, ainda mais, com os nossos direitos. Por isso, nós, trabalhadores públicos de São Bernardo do Campo, viemos aqui somar forças com vocês e, em uma classe só, lutar pelos nossos direitos", finaliza o presidente do SINDSERV.

O presidente da CUT, Vagner Freitas, e o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, Rafael Marques, entre outros representantes sindicais, declararam apoio à nossa luta.

A concentração para a Assembleia começa às 16h, no Paço.

Pesquise