Moradia: Caixa aprova primeiras 140 famílias de projeto

Anúncio foi marcado pela emoção. Estas foram as primeiras famílias aprovadas. Muitas outras virão! Expectativa é de que processos na Caixa serão agilizados.

mcmvNossa parceria, que beneficiou mais de 250 famílias no Programa Minha Casa, Minha Vida, teve mais um momento importante vencido com o anúncio das primeiras 140 famílias aprovadas pela Caixa Econômica Federal nos Projetos Frei Tito e Nelson Mandela!

Às 13h do dia 28, muitas famílias já chegavam ao terreno do Bairro Cooperativa, demonstrando muita ansiedade, visto que o motivo da reunião foi mantido em segredo pelos coordenadores do MSTL - Movimento Sem Terra de Luta, nosso parceiro neste projeto. A expectativa foi aumentando, especialmente com a chegada do carro de som e de visitantes, até então, desconhecidos pela maioria das famílias. Às 14h30, o coordenador do MSTL, Eduardo Cardoso, abriu a reunião e convidou o cantor popular, Jadir, a fazer uma apresentação. Ali, a tensão começou a ser quebrada, afinal, se a notícia fosse ruim, porque trariam alguém para cantar e animar a reunião?

Miriam Hermógenes, também da coordenação do Movimento, tomou a palavra e começou a explicar o motivo do encontro. Iniciou citando três colaboradoras da entidade, que têm se dedicado no auxílio às famílias e na organização de toda a parte burocrática: Cátia, Emilene e Zilmar. Agradeceu ao trabalho e dedicação delas, explicou às famílias que, além de colaboradoras do projeto, elas também eram beneficiárias e anunciou, emocionada:

- Vocês estão aprovadas pela Caixa! E assim como vocês, mais 137 famílias que estão aqui, hoje!

A emoção tomou conta do galpão. Choro, abraços, comemoração. Algumas pessoas pareciam não acreditar: "Nós escondemos o real motivo da convocação, pois queríamos dar de presente a vocês toda esta emoção. Não foi fácil! A burocracia é muito grande – documentos, pilhas de papel, transmissões para a Caixa, demora em alguns retornos... Enfim, a gente sabe que entre vocês há muitas pessoas que já estavam desanimadas, achando que, mais uma vez, este direito não se tornaria realidade. Mas, aí está o resultado de tanta dedicação", afirmou Miriam.

Um a um, os nomes dos aprovados foram sendo chamados, a emoção aumentou e tomou conta do espaço!mcmv

Eduardo Cardoso lembrou que 28 de março era uma data marcante: "Há exatamente um ano nós estávamos no Teatro Cacilda Becker, assinando a parceria com a Prefeitura de São Bernardo e com a Caixa Econômica Federal. De lá para cá, percorremos um caminho árduo e enfrentamos a desconfiança de alguns que, talvez, ainda não tenham compreendido que as conquistas do povo trabalhador só se concretizam com muita luta. Hoje é um dia especial para estas famílias, e tenho certeza que esta emoção vai se repetir para as demais, que também aguardam a aprovação da Caixa".

Convidados especiais

Além das 140 famílias aprovadas, alguns parceiros importantes também fizeram parte da reunião. Giovani Chagas, do SINDSERV, Cleide, da UNAS, Chiquinho, do MSTU, Ribamar, da União dos Movimentos por Moradia, Marcelo, da Ação Comunitária, e João Bosco, da Secretaria de Habitação de São Bernardo, falaram aos presentes sobre a importância daquele momento e do significado deste anúncio em um momento tão complicado de nossa conjuntura nacional: "Não podemos perder de vista que esta alegria só está sendo possível porque, há doze anos, vivemos um governo popular e democrático em nosso país, que olhou para os mais pobres e construiu projetos como o Minha Casa, Minha Vida. Por isso, vamos resistir às tentativas de golpe e vamos defender nossas conquistas", afirmou Cleide, da UNAS.

Também fizeram uso da palavra, representando o MSTL, nossa coordenadora Isabel e o engenheiro Michel, responsável pela área técnica do projeto.

mcmvEduardo Cardoso agradece parceria com o SINDSERV

Um momento especial da atividade foi quando Eduardo Cardoso, que também é o Coordenador Nacional da CMP - Central de Movimentos Populares, chamou o presidente do SINDSERV, Giovani Chagas, e fez um agradecimento especial à parceria com o nosso Sindicato: "Nós, do movimento popular, sempre sonhamos com o aprofundamento do trabalho em conjunto com o movimento sindical e a parceria com o SINDSERV tem sido a concretização desta ideia. Desde os primeiros momentos, o Chagas esteve à disposição de nosso projeto e a demanda apresentada pelo Sindicato tem sido muito importante, pois conta com pessoas que tem participado efetivamente de nossas atividades, inclusive atuando na coordenação dos grupos".

Para o nosso presidente, a satisfação com a parceria é recíproca: "Sempre lutamos pelo direito à moradia de nossos servidores públicos, apresentamos esta reivindicação várias vezes na Mesa de Negociações e, graças a esta parceria com o MSTL, este direito está se concretizando". Chagas também aproveitou o momento para convocar a todos para participação no ato do dia 8 de abril: "Precisamos realizar um grande ato, capaz de demonstrar à Administração que nossa data-base precisa ser respeitada e que nossa pauta de reivindicações da Campanha Salarial precisa ser atendida".

Novos anúncios devem acontecer em breve

A expectativa do MSTL é de que a Caixa Econômica Federal anuncie novos aprovados nas próximas semanas. "Nós sabemos que a ansiedade é muito grande e que tem gente que até pensou em desistir, mas este anúncio nos trouxe uma grande esperança de que as demais famílias também poderão assinar seus termos muito em breve", explicou Miriam Hermógenes.

Clique aqui e veja as fotos do dia na nossa página do Facebook.

Clique aqui para ver a lista dos aprovados.

Pesquise