PCCS: reunião do dia 4 de junho frustrou expectativas

Administração apresentou "conceitos" 

Nova rodada de negociação acontece no dia 18 de junho

bola quadradaConforme anunciado através do nosso site e de nossos perfis nas redes sociais, no dia 4 de junho aconteceu reunião da Mesa Permanente para apresentação da proposta governista para o novo Plano de Cargos, Carreiras e Salários - PCCS.

A expectativa da categoria e da Diretoria do nosso Sindicato era de que uma proposta concreta fosse apresentada, uma vez que a discussão sobre o Plano estende-se desde o ano passado e, após cobranças feitas pelo SINDSERV, a Administração havia agendado esta reunião. Infelizmente, esta expectativa foi frustrada e a apresentação limitou-se a conceitos definidos entre o governo e a FGV - Fundação Getúlio Vargas.

Para Giovani Chagas, presidente do SINDSERV, a reunião representa apenas o início das negociações do PCCS: "Os representantes da Administração apresentaram conceitos que incluem a prerrogativa de inclusão e valorização de todos os cargos no novo Plano, avaliação de desempenho, porém, não apresentaram a proposta concluída, como esperávamos".

Aspectos fundamentais para discussão na categoria não foram inclusos, o que impede o aprofundamento da discussão e uma análise real por parte dos trabalhadores. Ainda segundo Giovani Chagas, "Faltou a tabela de vencimentos, a forma de progressão, quais os critérios de avaliação por desempenho, entre outros pontos. Pelo início das discussões, nos deu a entender que não será nada fácil".

PRÓXIMOS PASSOS

Os representantes dos trabalhadores na Mesa requisitaram, de imediato, que a tabela de evolução funcional, os percentuais de progressão e o período para progressão horizontal sejam apresentados. De posse destes dados, vamos realizar uma análise técnica com o DIEESE, discutir o Plano com a categoria e tomar a decisão em Assembleia.

ESTUDO DE IMPACTO ORÇAMENTÁRIO DEVE SER APRESENTADO DIA 18

O Secretário de Finanças, que também representou a Administração na Mesa, afirmou que não houve tempo hábil para a conclusão do estudo de impacto orçamentário e comprometeu-se a concluí-lo para apresentação na reunião do dia 18 de junho. "Este estudo é fundamental para que possamos ter a real dimensão de quanto a Administração está disponibilizando de recursos para a valorização econômica dos nossos trabalhadores", afirma Cássia Tochetto, Secretária Geral do SINDSERV.

PREPARAR A MOBILIZAÇÃO!

Este é um momento para todos ficarmos atentos. Precisamos manter a calma e fortalecer a mobilização.

Não vamos aceitar retrocessos! Esta é a palavra de ordem e o sentimento da categoria. Queremos avançar e conquistar a real valorização de nossas carreiras. Por isso, o SINDSERV convoca a todos os trabalhadores e trabalhadoras a estarem atentos e mobilizados. Juntos somos mais fortes!

 

Pesquise