Encontro Estadual do Funcionalismo abordará crises na gestão pública paulista

Em evento no sábado (7), servidores cutistas também lançarão campanha salarial unificada de 2015

O Fórum do Funcionalismo Público, que agrega diferentes categorias de sindicatos filiados à CUT São Paulo, realizará no dia 7 de março um encontro estadual dos servidores. Na ocasião, fará também o lançamento da campanha salarial unificada 2015.

A atividade vai ocorrer na sede do Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo (Apeoesp), localizada na Praça da República nº 282, no centro da capital paulista.

Os servidores pretendem fazer uma análise tanto do orçamento aprovado para este ano na Assembleia Legislativa, como da crise de gestão em São Paulo. Eles levam em consideração que o ano de 2015 começou com problemas a partir do anúncio do governador Geraldo Alckmin (PSDB) de promover um contingenciamento de R$ 6,6 bilhões do orçamento, valor que representa 3,2% do montante que é de R$ 204,6 bi. Há também uma redução de 15% dos cargos comissionados e corte de 10% no orçamento.

Para o vice-presidente da CUT São Paulo, Douglas Izzo, a medida impacta o conjunto dos trabalhadores das mais diferentes categorias e traz danos à qualidade dos serviços prestados à população em áreas como educação, saúde, transporte, segurança pública e sistema prisional. "O governo faz uma política de 'enrolação' porque não apresenta concretamente o atendimento das demandas do funcionalismo público de todas as áreas e, ainda, reduz o que estava previsto em lei".

De acordo com análise do Dieese, a partir de dados oficiais, o crescimento da despesa corrente para as secretarias do governo, fixado na Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2014 e de 2015, é de 9,01%. A Secretaria de Educação teve o menor aumento, com variação de 5,2%, enquanto a expectativa de inflação é de 6,99% para este ano. O que representa um descaso enorme para o setor educacional.

Segundo Izzo, os sindicatos apontam para ações conjuntas e greves na primeira quinzena do próximo mês. No dia 13 de março, a Apeoesp realizará assembleia dos professores e já indica paralisação.

O encontro do dia 7 de março contará com a participação dos presidentes das entidades sindicais e, para falar sobre o impacto das políticas neoliberais do governo do estado para o funcionalismo, Alexandre Padilha, estarão o secretário de Relações Governamentais da Prefeitura de São Paulo e o coordenador de Relações Sindicais do Dieese, José Silvestre Prado de Oliveira.

Encontro Estadual do Funcionalismo da CUT São Paulo

Quando: 7 de março de 2015

Horário: 9h às 13h

Local: Apeoesp - Praça da República nº 282, ao lado Metrô República.

Fonte: CUT SP

Pesquise