26 anos de união e luta!

Neste 11 de janeiro de 2015, nosso Sindicato completa 26 anos.

Antes da Constituição de 1988, os trabalhadores da nossa cidade se reuniam de forma autônoma e livre na sede da Associação dos Funcionários Públicos de São Bernardo do Campo, que servia de ponto de encontro para esses servidores. Eles realizavam reuniões e discussões em torno de melhorias para os trabalhadores, que tinham como seus representantes a Diretoria da Associação, encarregada de negociar com os prefeitos e depois passar os recados para os servidores.

"Antes da fundação do nosso Sindicato, a Associação vivia cheia porque era o polo de informação", contou Ernesto Luiz Chagas, hoje, membro da Direção do SINDSERV e do Comitê Sindical de Base dos Aposentados.

A nova Constituição, que garantiu o direito de sindicalização aos funcionários públicos, foi o "pontapé" inicial para a fundação do SINDSERV. Em 1988, vendo a necessidade da criação de uma entidade que representasse nossos trabalhadores e acabasse com a exploração, o servidor Álvaro Luiz Pina Guimarães, do Departamento de Cultura, escreveu e divulgou um manifesto para o início da legalização da entidade.

"Até antes da Constituição de 88, era proibida a sindicalização do servidor público e nós tínhamos um conselho na Associação que se chamava Conselho Funcional. Era um grupo que debatia os problemas das categorias, mas não tinha atribuição, nem a força legal de mobilização, então, levantávamos os problemas e as negociações eram feitas no lobby. Esse conselho era composto por pessoas com um nível mais alto de hierarquia na prefeitura e era chamado de conservador. Eu fazia parte dele há uns dois anos antes da Constituição e não gostava da forma que as coisas eram encaminhadas. Com a aprovação da Constituição, eu fiz um documento chamado Manifesto Pró-Formação do Sindicato e liguei para algumas pessoas que nós tínhamos como referências de lideranças e pedi autorização para colocar os nomes delas nesse documento, que teve no total uns 20 nomes. Fiz umas 1.500 cópias do manifesto e distribuí na prefeitura inteira. A partir disso, já comecei a fazer contatos, por exemplo com a Sandra Zocaratto, para nos encontrarmos para uma primeira reunião", contou Álvaro Guimarães.

Esse grupo realizou a primeira reunião em uma sala grande na Associação, cedida pelo seu ex-presidente Eduardinho. "Fizemos umas duas reuniões e discutimos os encaminhamentos. Resolvemos fazer um seminário de dois dias, que foi um sábado e um domingo inteiros na Associação, para escrevermos o Estatuto. Lembro que peguei como base o Estatuto do Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo, que hoje é do ABC, e convidei o antigo diretor Paulo Vidal, que era um cara super atuante. Foram dois dias de muita movimentação, diversas pessoas das bases, lideranças, e foi onde redigimos o primeiro estatuto e marcamos a data da primeira assembleia", explicou Álvaro.

Em 11 de janeiro de 1989, em assembleia geral na Associação, com a presença de aproximadamente quatro mil servidores, onde quase mil já se filiaram, nasceu o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais e Autárquicos de São Bernardo do Campo! E junto com ele nasceu o Estatuto da Entidade e a responsabilidade de busca por melhorias e aumentos para o funcionalismo. Os trabalhadores tinham os salários baixos e precisavam de soluções para a recuperação de perdas.

Conforme anunciado pela Diretoria do SINDSERV, nossa programação em comemoração às nossas bodas de prata continua até o mês de abril.

Pesquise