H1N1: SINDSERV pede ampliação da vacina a todos os trabalhadores

Em 13 de abril, o SINDSERV encaminhou ofícios, um à Secretaria de Saúde e outro à Secretaria de Administração, solicitando a disponibilidade da vacina contra a H1N1 para todos os trabalhadores públicos do munícipio visando garantir a integridade da saúde de todos, inclusive dos usuários do sistema público.

No ofício, o nosso Sindicato pede a consideração da grande incidência de casos da H1N1 na cidade, além do que, devido ao trabalhador público atender aos munícipes (escolas, segurança, lazer, etc), eles ficam expostos continuamente aos transmissores da doença.

Dias depois, em 29 de abril, a Secretaria de Saúde respondeu ao ofício informando que a vacinação está prevista aos trabalhadores da saúde e aos grupos prioritários (crianças de 6 meses a menores de 5 anos - 4 anos, 11 meses e 29 dias; gestantes e puérperas - até 45 dias após o parto; idosos com 60 anos ou mais; portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais).

Ainda no ofício em resposta ao SINDSERV, a Secretária de Saúde, Odete Gialdi, disse que eles irão avaliar a possibilidade de liberação após a vacinação dos grupos prioritários.

O SINDSERV trabalhará em cima de conseguir ampliar a vacina contra a H1N1 a todos!

Pesquise