SINDSERV é contra as medidas de moda e conduta apresentadas pelo Presidente da Câmara de Vereadores Pery Cartola

O “Manual de Boa Conduta” produzido pelo então presidente da Câmara Municipal, Pery Cartolla (PSDB), e apresentada ontem aos vereadores e servidores públicos contém desde modos de comportamento até a exigência de uso de roupas, tipos de perfume e paleta de cores para o esmalte.

O Sindicato dos Servidores é contra e repudia o manual, consideramos uma medida absurda e desrespeitosa ao mesmo tempo, pois em 2017 chega a ser surreal que um único cidadão decida determinar como todos ao seu redor devam se comportar, ou como deve ser um aperto de mãos, quantas balançadas, etc. Está medida poderá desencadear práticas de assédio moral, prática que o sindicato e os trabalhadores por nós representados lutaram para constituir uma lei que os proteja desta conduta.

Devemos lembrar que por lei todas as medidas que se referirem aos servidores públicos devem ser discutidas com o sindicato, e essa, não foi. Não existe nenhuma possibilidade de o sindicato concordar com um absurdo desses, comenta José Rubem, Presidente do Sindicato.

Entendemos também que este documento representa uma ofensa a todos os servidores da Câmara Municipal e demais servidores públicos de São Bernardo do Campo que sempre prestaram atendimento à população independente de sua aparência ou gosto pessoal! Lembramos também que a Câmara representa a população e é um espaço de exercício da democracia. Não é o tipo de roupa ou a fragrância do perfume que vai melhorar o atendimento, mas o respeito e a valorização dada pelos gestores.

Uma medida como essa nos remete ao período ditatorial que tanto lutamos contra no passado. Cabe-nos lembrar ao Excelentíssimo Presidente que São Bernardo do Campo é uma cidade que congrega muitas etnias e culturas das mais diversas regiões do país e do mundo.

Nosso sindicato irá procurar o Presidente da Câmara Pery Cartola e os demais vereadores para saber qual o posicionamento dos mesmos sobre o tema, bem como, o prefeito Orlando Morando com o qual já ficou estabelecido um espaço de diálogo.

Queremos saber também quais são as propostas para melhorar as condições de trabalho, para um plano de carreira que valorize o trabalhador e outras propostas de real relevância para a prestação de serviço que a população de merece.

Também queremos saber quais as medidas pensadas pelo presidente da Câmara para melhorar o convenio médico dos servidores, IMASF, se pretende ajudar no convencimento do prefeito sobre a importância de aumentar o repasse de 4% para 6% que é feito pela administração e lembrando que estamos à véspera de uma Campanha Salarial, também aguardamos a disposição de Câmara de Vereadores para apoiar os servidores em pontos que realmente causam impacto no exercício da função.

Pesquise