Novembro Azul: Mês de Conscientização sobre o Câncer de Próstata

Estamos em novembro, mês em que o mundo se une em prol da luta contra o câncer de próstata

A fim de alertar o público masculino sobre a importância do autocuidado em saúde e governantes sobre a necessidade de priorizar políticas públicas voltadas à saúde do homem, surgiram diversos movimentos ao redor do globo – o Novembro Azul é um dos mais conhecidos.

Novembro foi escolhido como mês oficial de conscientização sobre o câncer de próstata, pois 17/11 é o Dia Mundial de Combate ao Câncer de Próstata. O "Azul" veio da cor oficial usada como símbolo de combate à doença. Surgiu assim o Novembro Azul, movimento que prioriza ações de conscientização sobre a neoplasia.

Câncer de próstata

O câncer de próstata é o tipo de câncer mais incidente em homens. A próstata é uma glândula localizada abaixo da bexiga, à frente do reto. Ela produz até 70% do sêmen, sendo indispensável para a fertilidade.

No mundo, este é o sexto tipo de câncer mais frequente, e o segundo mais mortal entre os homens. Estima-se que 1 a cada 6 homens sofrerão com o problema. A cada 7,6 minutos, um caso é diagnosticado e, a cada 40 minutos, há um óbito por câncer de próstata.

A maioria dos casos ocorre em homens com mais de 65 anos de idade, por isso os exames preventivos devem ser iniciados por volta dos 45 anos, especialmente quando há fatores de risco como pertencer à raça negra e ter histórico familiar de câncer de próstata.

No entanto, uma grande parte dos tumores crescem de maneira tão lenta que levam cerca de 15 anos para atingir 1cm³. Assim, muitos homens não têm nem mesmo sinais da doença durante a vida.

Vale lembrar que, nas fases iniciais, o câncer de próstata não causa sintomas. De fato, 95% dos casos de câncer de próstata já estão em um estágio muito avançado quando seus primeiros sinais aparecem.

Os sintomas

• Vontade urgente e repentina de urinar;

• Dificuldade e dor para urinar;

• Diminuição do jato da urina;

• Ter vontade de urinar mais frequentemente;

• Sensação de que a bexiga não esvaziou completamente ao urinar;

• Dificuldade para iniciar e parar a passagem da urina;

• Urina em gotas ou em jatos sucessivos;

• Necessidade de fazer força para manter o jato da urina;

• Dores na parte baixa das costas (lombalgia) ou na pélvis (abaixo dos testículos);

• Disfunção erétil;

• Dor ao ejacular;

• Sangue na urina ou no esperma;

• Fortes dores corporais e ósseas;

• Dor no testículo;

• Sangramento pela uretra;

• Insuficiência renal.

Os sintomas são tão relacionados com a urina porque a uretra passa pela próstata. De fato, a parte da uretra que passa por ali tem até mesmo um nome específico: uretra prostática.

A prevenção da doença é feita com uma dieta balanceada, prática de atividades físicas, controle do peso e diminuição do consumo de álcool e corte do cigarro (tabaco).

Objetivos do Novembro Azul

Além de conscientizar a respeito do diagnóstico precoce do câncer de próstata e outras doenças comuns em homens, o Novembro Azul também veio com a ideia quebrar o preconceito que muitos homens têm em relação ao exame de toque.

O exame, que envolve a palpação da próstata pelo reto (porção final do intestino grosso), dura apenas 10 segundos! Tem como objetivo analisar a consistência da próstata, o tamanho e se existem lesões palpáveis através do reto na glândula. Esse exame ainda gera muita polêmica e, talvez por isso, a conscientização sobre a gravidade da doença seja tão necessária. É preciso acabar com o preconceito que ainda existe em muitos homens.

O exame de toque, junto com o PSA, deve ser feito anualmente, como rotina. É fundamental que todo homem entenda que a saúde deve ser colocada em primeiro lugar, acima de qualquer construção cultural que possa levar ao preconceito.

Cuidem-se! Saúde deve vir sempre em primeiro lugar.

Fonte:

www.oncoguia.org.br

www.minutosaudavel.com.br/novembro-azul/

Pesquise