Projeto de moradia: em reunião, SINDSERV apresenta novas vantagens para trabalhadores e trabalhadoras

Na noite de quinta-feira, 02 de agosto, em reunião na sede do nosso Sindicato foi realizada apresentação do Projeto Habitacional Residencial Ferrazópolis, aos trabalhadores públicos e seus familiares.

A Gestora Social do projeto, Carla Macedo, apresentou as características do empreendimento, as vantagens do Programa Minha Casa Minha Vida, bem como as condições especiais de compra oferecidas pela construtora aos trabalhadores sindicalizados.

Participaram da atividade também o proprietário da Construtora CREDLAR, Sergio Leal, a Presidente do SINDSERV, Marlene Matias e os diretores Célio Vieira, Liu Marinho e Luciana Rocha.

Este projeto prevê a construção de 450 apartamentos de dois dormitórios com 46,42m² (apartamento de meio) e 48,33m² (apartamento de ponta), com elevadores, vagas cobertas (edifício garagem) e descobertas, quadra esportiva, espaço fitness, salão de jogos, churrasqueira, pista de ciclismo e salão social.

O empreendimento que fica no bairro Santa Terezinha, tem acesso fácil ao Shopping São Bernardo Plaza, ao WalMart e ao Terminal Ferrazópolis.

Do número total de unidades, 321 já foram vendidas e a parceria vai disponibilizar até 129 apartamentos aos trabalhadores públicos sindicalizados ao SINDSERV nas condições especiais de compra (para saber mais sobre as condições especiais, clique aqui). Confira:

- Apartamentos do térreo ao 5º andar por R$ 179 800,00

- Apartamentos da torre C do 6º ao último andar por R$ 189 000,00

Os plantões para esclarecimento de dúvidas e simulação de financiamento acontecem, no mês de agosto, na sede do SINDSERV, das 9h às 13h e na sede da Associação Oeste , aos sábados, na Rua Dona Maria dos Santos nº 50 – Serraria - Diadema.

Os interessados podem ainda, para saber mais, visitar o site do empreendimento onde poderá acessar todas as informações sobre o Residencial Ferrazópolis, baixar um APP para conhecer melhor os apartamentos, ou fazer contato com o plantão de vendas via WhatsApp. Clique aqui para visitar o site

Sindicalize-se!

Pesquise