Eleições: servidores podem ser afetados

Quais os riscos para trabalhadores públicos neste segundo turno

Haddad x CoisoJair Bolsonaro e Fernando Haddad disputam o segundo turno das eleições presidenciais, e o nosso Sindicato não poderia deixar de se manifestar sobre este assunto, uma vez que percebemos que há profundos riscos aos trabalhadores públicos, dependendo do resultado.

Sabemos que em nossa categoria há adeptos das mais variadas correntes políticas e respeitamos profundamente esta diversidade. Porém, em nossa opinião, a opção pelo projeto defendido pelo candidato Jair Bolsonaro traz prejuízos históricos, inclusive, a esta diversidade e à liberdade democrática. Enquanto deputado federal, o candidato do PSL votou a favor de todas as leis que prejudicaram os trabalhadores, como a reforma trabalhista, a PEC da Morte (que congela os investimentos públicos por 20 anos, levando ao sucateamento dos serviços e à sobrecarga de trabalho aos servidores) e a Terceirização Ilimitada (que permitirá que prefeituras e governos contratem ONGs ou empresas para execução de todos os serviços públicos, inclusive na Educação e na Segurança). Além disso, seu vice, general Mourão, afirmou que pretende acabar com o 13º salário e com a estabilidade do funcionalismo.

Por outro lado, o candidato Fernando Haddad assumiu compromisso de revogar estas leis, promover a ampliação de direitos da classe trabalhadora e ampliar o investimento de recursos nos serviços públicos, fortalecendo o Estado.

Num momento tão importante, nossa entidade não poderia se omitir e, por isso, cumpre com seu papel de alertar à categoria quanto aos riscos que corremos com a vitória de um dos projetos em disputa, ao mesmo tempo em que manifesta respeito às opções individuais.

Viva a Democracia!

São Bernardo do Campo,11 de outubro de 2018.

Diretoria do SINDSERV SBC

Pesquise