Direito roubado: PMSBC lesa trabalhador no momento da aposentadoria

Servidor com 37 anos de trabalho na PMSBC, perde 390 horas crédito ao se aposentar.

A retirada de direitos virou moda na PMSBC, agora os servidores estão sendo impedidos de fruírem as horas remanescentes de seu banco de horas próximo da aposentadoria.
Esta semana, o sindicato recebeu denúncia de que um trabalhador que dedicou 37 anos da sua vida à nossa cidade e que tinha 390 horas em seu banco foi impedido pela sua chefia de fruí-las antes de se aposentar. E ao solicitar o pagamento em pecúnia foi negado.
O SINDSERV encaminhará requerimento solicitando o pagamento e em caso de nova negativa o caso será ajuizado pelo departamento jurídico do Sindicato uma vez que há entendimento jurídico de que o saldo de Banco de Horas, que não for gozado antes da aposentadoria, deve ser pago em pecúnia ao servidor.
Para evitar possíveis transtornos, solicitamos que os trabalhadores e trabalhadoras que estão prestes a se aposentar, solicitem por escrito a fruição das horas e também a negativa (caso esta ocorra) e que procurem o sindicato para que possamos orientá-los antes da finalização do processo de aposentadoria.

Pesquise