Sindserv, Auxiliares de Limpeza e de educação vão a Câmara reivindicar seus direitos

A gestão municipal ampliou ainda mais a terceirização da limpeza na Educação e optou por agir com autoritarismo em vez de abrir o diálogo com o servidor, e essas ações prejudicam a maioria dos Auxiliares de Limpeza concursados

Na quarta-feira (12), Auxiliares de Limpeza retornam à Câmara para manter firme o propósito de levantar as bandeiras de reivindicações que visam garantir os direitos da classe. Em ato público que precedeu a sessão da Câmara Municipal, diretores do Sindicato em conjunto com servidores, demonstraram que a luta não vai cessar, independente do agravamento das ações descabidas que são orquestras pela atual administração da cidade.

A servidora, Cláudia Donizete, desabafa: "Não é justo sermos jogados de um lado para o outro sem sabermos o que será de nós no futuro." Esse sentimento de incerteza afeta diretamente na saúde mental dos trabalhadores, o que resultou em alguns até cogitarem pedir exoneração do cargo, tamanha a sequência de desrespeitos sofridos.

Na pauta, também, a luta contra o corte de investimentos na Educação, pela readequação da jornada de trabalho dos auxiliares em educação, pela retomada imediata da Mesa Permanente de Negociações e em defesa dos auxiliares de limpeza, que estão sendo massacrados pelas terceirizações e pelo arrocho salarial, sendo que, muitos servidores estão tendo que pagar para trabalhar! O reajuste de 5%, como já dito pelo SINDSERV, é insuficiente e fez com que vários trabalhadores passassem a um novo patamar de referência salarial, o que resultou em aumento nos descontos do auxílio-alimentação. Célio Vieira, Diretores de Assuntos Juríricos, disse: "Estamos trabalhando para que sejam montadas duas comissões para tratarmos das questões dos Auxiliares de Limpeza e para tratarmos das 30h dos Auxiliares de Educação". E como ganho imediato, conseguimos agendar reunião com o Vereador Ramon Ramos (PDT) e também com a Bancada do PT, ambas na terça-feira próxima (18).

Exigimos a imediata retomada da Mesa Permanente de Negociações, o fim das terceirizações, convocação de concursos públicos e o atendimento integral de nossa Pauta de Reivindicações.

Pesquise