Diretoria realiza planejamento e traça metas para o próximo período

A diretoria do SINDSERV se reuniu nos dias 2 a 6 de julho para discutir o planejamento para o próximo período e observar os feitos do planejamento de 2012.

O presidente do nosso Sindicato, Giovani Chagas, apontou a importância e a necessidade constante de avaliar o trabalho, honrar os compromissos feitos com a categoria e estabelecer metas para viabilizar a conquista de novas demandas. "Olhar para trás, ver tudo o que conquistamos, ter a coragem de fazer a devida autocrítica e nos preparar para um futuro de muitas vitórias para nossa categoria: é com este espírito que realizamos o nosso planejamento", afirmou Chagas.

Dessa maneira, diversas discussões foram colocadas em pauta para atender os interesses dos servidores como, por exemplo, o Plano de Cargos, Carreiras e Salários e o Estatuto dos Profissionais da Educação.

Coordenado pelo assessor sindical Josenildo Melo, o planejamento contou com momentos de formação e informação para a Diretoria, como uma apresentação do andamento de todos os processos jurídicos em que o SINDSERV representa os servidores, realizada pelo assessor jurídico do Sindicato, Dr. Kleber Bispo dos Santos, um histórico das ações de comunicação da entidade, e uma análise de conjuntura econômica, apresentada pela economista Patrícia Pelatiere, do DIEESE.

Também participaram, Raimundo Suzart, dirigente químico e Coordenador do DIEESE no estado de São Paulo, que falou sobre a história da CUT e de suas correntes, o assessor DIEESE, Japa, que explicou as possibilidades de ação do Sindicato nas discussões do novo PCCS, e do presidente do Sindicato dos Químicos do ABC, Paulo Lage, que ressaltou a importância da conquista da regulamentação dos Comitês Sindicais de Base por parte de nosso Sindicato. Para ele, esta conquista pode representar uma capacidade cada vez maior de atuação e força de nossa categoria e colocou, mais uma vez, a experiência dos químicos em apoio às ações do SINDSERV. "Vocês podem ter a certeza de que terão sempre nos Químicos um sindicato irmão", concluiu Lage.

Pesquise