Armar o time, organizar a defesa e partir para o ataque!

cs20142014 está pintando na área. Ano de Copa do Mundo, de eleições presidenciais e de muita luta para nossa categoria. Luta e festa! Sim, porque no próximo ano comemoramos 25 anos de existência do nosso Sindicato!

Mesmo com a copa acontecendo só no ano que vem, em 2013 nosso time esteve em campo. Conquistas, frustrações, esperanças... Assim como num campeonato, nossas vidas também estiveram submetidas a estas sensações e resultados.

Fizemos uma campanha salarial permeada pela qualidade técnica dos argumentos. Conquistamos algo importantíssimo, e que fará toda a diferença em nossa luta nos próximos anos: o reconhecimento, através de Lei, dos Comitês Sindicais de Base - CSBs, que serão constituídos pelo nosso Sindicato. Conquistamos, também, uma Lei Contra o Assédio Moral e outros benefícios para nossa categoria.

É verdade que a sonhada valorização, através de um aumento salarial substancial e de mudanças positivas através do PCCS - Plano de Cargos, Carreiras e Salários, ainda não veio. Mas, é preciso destacar que, na atual gestão do SINDSERV, não tivemos perdas salariais, e não teremos até 2014, já que o acordo firmado este ano já garante a reposição da inflação de 2013.

Investimos fortemente na estruturação do nosso Sindicato: reformamos a sede, adquirimos novos veículos e equipamentos, ampliamos o Departamento Jurídico, modernizamos, ainda mais, a Comunicação, contratamos novos funcionários, planejamos as ações com apoio de novas assessorias, levamos as reivindicações para a sociedade.

2014 será fundamental para nós. Sabemos que os prefeitos da região estão muito bem articulados e têm nivelado por baixo as respostas às reivindicações da categoria. Foi assim na Campanha Salarial e na relação com os educadores. Está sendo assim nas lutas pelas 30 horas para a enfermagem e pela implantação do adicional para GCMs e Vigilantes. É por isso que o SINDSERV vai lutar pela articulação dos Sindicatos de Servidores Públicos do ABC. Somente nossa união será capaz de enfrentar a articulação dos prefeitos através do Consórcio Intermunicipal.

Tudo isso faz parte do processo de "armar o time", organizar o meio de campo. Agora, com os CSBs, vamos fortalecer nossa defesa, com forte presença na base e, aí sim, partiremos para o ataque, e com o time unido, vamos conquistar muitas vitórias para nossa categoria.

Isso será possível, pois a cada dia, mais e mais trabalhadores têm compreendido que não dá para ficar só na torcida. É preciso vestir a camisa, entrar em campo e lutar, até o fim, para que o nosso time seja campeão.

Viva 2014!

Viva a classe trabalhadora!

Pesquise