IR cobrado nas progressões da Educação pode ser restituído

IR


Educadores que receberam o pagamento das progressões atrasadas nos anos de 2013 e 2014, referentes aos estatutos anteriores, podem ter direito à devolução de valores excessivos cobrados no Imposto de Renda

Nos anos de 2013 e 2014, muitos educadores receberam as progressões atrasadas. Ocorre que a tributação do Imposto de Renda (IR) sobre esses valores pode ter sido excessiva.

Já temos vários casos comprovados de pessoas que receberão a devolução dos valores cobrados a mais, por parte da Receita Federal.

O SINDSERV orienta a todos os educadores que receberam valores correspondentes à progressão atrasada a comparecerem ao Departamento de Gestão de Pessoas (RH) e preencherem formulário de requisição solicitando a retificação do informe de rendimento do ano em que a pessoa recebeu os valores atrasados.

Sendo retificado o informe de rendimento, também retificar a declaração de Imposto de Renda referente ao mesmo exercício.

O DGP-RH (Departamento de Gestão de Pessoas) fica na Av. Senador Vergueiro, 3315 - fone 4122-8702.

Caso haja dúvida, procure o Departamento Jurídico do SINDSERV.

Pesquise