SINDSERV vai à Câmara para anunciar resultado da Assembleia

Na segunda-feira, 11 de novembro, o SINDSERV encaminhou ofícios aos Poderes Executivo e Legislativo anunciando o resultado da Assembleia Extraordinária da Educação, realizada na noite do dia 08.

Agora, nesta quarta-feira, 13, vamos à Câmara para comunicar pessoalmente, durante a Sessão, que os trabalhadores rejeitaram a contraproposta governista, através de uma Assembleia legítima, amplamente convocada e extremamente democrática!

Nossos Diretores vão, também, denunciar a prática antissindical e de assédio moral, levada a cabo por representantes da Secretaria de Educação, que utilizaram de mecanismos antidemocráticos para cobrar de vários trabalhadores a distribuição e assinatura de um abaixo-assinado que visa desqualificar a decisão da categoria.

Para o presidente do nosso Sindicato, Giovani Chagas, basta que a Administração reconheça que a maioria dos trabalhadores não aceita a inclusão de pontos como o fim do concurso público para ingresso na rede, nem a exclusão/extinção de cargos, e apresente uma proposta condizente com as expectativas da categoria. "Ao invés de consumir energia distribuindo abaixo-assinados, esperamos que a Administração respeite a decisão legítima dos trabalhadores e faça cessar práticas de assédio moral para coleta de assinaturas contra esta decisão; cumpra o Estatuto vigente (de 2008), com as devidas mudanças de referências e com o pagamento das progressões atrasadas; equipare os salários dos professores substitutos e garanta progressão na carreira aos mesmos; e, finalmente, que cumpra a promessa feita pela Secretária de Educação e altere as referências dos Coordenadores Pedagógicos".

DENUNCIE TAMBÉM!

Durante todo o dia, o SINDSERV percorreu as escolas da rede, distribuindo o SINDSERV Jornal 96 e dialogando com os trabalhadores. Foram muitos os relatos de prática de assédio moral. Todos estão sendo anotados, assim como as denúncias recebidas através do nosso portal na internet e nas redes sociais, e servirão para a composição da denúnica oficial que o Sindicato pretende realizar.

Se você também foi vítima de assédio moral, envie seu relato para o e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. .

Pesquise