Agressão contra professora em Escola Municipal

O SINDSERV - Sindicato dos Servidores Públicos Municipais e Autárquicos de São Bernardo do Campo - lamenta, profundamente, a agressão sofrida por uma professora da nossa rede, no dia 29 de agosto.

Ao apurar o fato, identificamos que a agressora é pessoa autorizada pela mãe da criança a buscá-la na escola. Foram lavrados Boletim de Ocorrência policial e o CAT - Comunicado de Acidente de Trabalho, com devida informação à CIPA da Secretaria de Educação.

O Sindicato vai acompanhar as medidas que serão adotadas pela Secretaria de Educação para garantir a segurança dos trabalhadores no local de trabalho e vai prestar total assessoria, jurídica e administrativa, à trabalhadora vítima desta agressão.

O presidente do SINDSERV, Giovani Chagas, aponta a preocupação da entidade com as condições de trabalho dos servidores: "ainda na semana passada, um professor da rede estadual foi assassinado em Diadema, o que nos causa indignação e preocupação com a segurança de quem educa nossas crianças e jovens. Nosso Sindicato vai continuar em sua luta para garantir as condições adequadas de trabalho, exigindo que fatos como o que ocorreu com a nossa companheira sejam exemplarmente apurados e medidas preventivas adotadas pela administração".

Pesquise