Metade dos enfermeiros em São Paulo já sofreu algum tipo de violência no trabalho

De acordo com vice-presidente do Conselho Regional de Enfermagem de São Paulo, Mauro Antonio Pires Dias da Silva, pacientes e familiares são os principais agressores. Contudo, colegas de trabalho com cargo superior também são apontados como autores.

Ouça a entrevista de Mauro Antonio à CBN.

 

Fonte: CBN

Pesquise