Saúde atrasa pagamento da ETAPA, mais uma vez!

etapaA exemplo do que aconteceu em anos anteriores, a Prefeitura de São Bernardo atrasou o pagamento da ETAPA - bonificação aos trabalhadores da Saúde por serviços prestados nas campanhas de vacinação.

O pagamento estava previsto para dezembro de 2015, mas até o momento não foi realizado e não há indicação do dia em que será feito.

A Diretoria do SINDSERV já entrou em contato com a Secrataria de Saúde e vai levar o caso para discussão no Conselho Municipal de Saúde.

Campanhas de vacinação são imprescindíveis e só funcionam porque há trabalhadores que se dedicam!

Todos sabemos, inclusive a Administração, que as campanhas de vacinação representam um ato imprescindível na prevenção de doenças que já foram responsáveis pela morte de milhões de pessoas. Da mesma forma, todos sabemos que estas campanhas só são viáveis porque há um conjunto de fatores que a permitem acontecer: pesquisa, o envolvimento da comunidade, a conscientização das famílias, os investimentos governamentais e, fundamentalmentes, a participação efetiva dos trabalhadores e trabalhadoras da Saúde.

Como forma de compensação financeira por este trabalho, o governo criou esta forma de bonificação, chamada ETAPA. Ou seja, o recurso é destinado pelo Ministério da Saúde aos governos estaduais, e repassado por estes aos municípios.

Saiba mais

A vacina é a forma mais fácil de se proteger de uma doença, e melhor do que se submeter a um tratamento para se curar.

A primeira vacina foi criada em 1796, pelo inglês Edward Jenner, que injetou em um garoto de oito anos de idade um soro de varíola bovina, conseguindo imunizá-lo. A raiva de animais era facilmente transmitida para os humanos, mas em 1885, Louis Pasteur criou a vacina contra essa doença. A partir daí, surgiram vários outros tipos de vacina, mas uma das mais importantes invenções surgiu em 1960, pelas mãos de Albert Sabin, contra a paralisia, mais conhecida como gotinha.

A vacinação no Brasil surgiu no início do século XX. Naquela época, não existia saneamento básico nas capitais, o que comprometia a saúde das pessoas com epidemias de febre amarela, varíola e outras doenças. O médico sanitarista Oswaldo Cruz foi nomeado para chefiar o Departamento Nacional de Saúde Pública, a fim de promover uma revolução sanitária em razão das necessidades do país.

A medida não foi bem aceita pela população da época, que desconhecia os benefícios da vacina, levando a chamada Revolta da Vacina, com diversas manifestações populares.

O que são as vacinas?

Vacinas são preparações que, ao serem introduzidas no organismo, desencadeiam uma reação do sistema imunológico (semelhante à que ocorreria no caso de uma infecção por determinado agente patogênico), estimulando a formação de anticorpos e tornando o organismo imune a esse agente e às doenças por ele provocadas.

O uso de vacinas tem maior custo-benefício no controle de doenças imunopreveníveis que o de medicamentos para sua cura. Resultado de muitos anos de investimento em pesquisa e desenvolvimento científico e tecnológico, as vacinas são seguras e consideradas essenciais para a saúde pública.

As vacinas são mais úteis e mais efetivas no controle de doenças infectocontagiosas do que o uso de medicamentos para sua cura, além de ser um método mais barato para controle da saúde pública. No Brasil, a vacinação foi responsável pela erradicação da varíola e da poliomielite (paralisia infantil).

Pesquise