Em defesa do SUS e do patrimônio público!

EDITORIAL PUBLICADO NO SINDSERV JORNAL #184

MARLENEEsta edição celebra uma importante conquista para nossa categoria e para o povo da cidade: ao referendar a decisão que acatou nossa ação contra a terceirização desenfreada na Saúde, a Justiça, agora em segunda instância, deu um claro sinal à Administração quanto aos abusos contra os cofres públicos.

Para o SINDSERV, a saída sempre será o CONCURSO PÚBLICO, que impede as indicações políticas e, ao contrário da iniciativa privada, que visa o lucro, garante a busca pela qualidade no atendimento. Este é um princípio constitucional, previsto no Artigo 37 - II da nossa Carta Magna: "A investidura em cargo ou emprego público depende de aprovação prévia em concurso público de provas ou de provas e títulos, de acordo com a natureza e a complexidade do cargo ou emprego, na forma prevista em lei, ressalvadas as nomeações para cargo em comissão declarado em lei de livre nomeação e exoneração".

Enquanto trabalhadora da Saúde, vivi esse processo de desmonte, onde a iniciativa privada (disfarçada de Organização Social) ultrapassa 80% de ocupação nas unidades. Esse risco paira em outros setores, por isso estamos muito satisfeitos com essa vitória judicial, pois cremos que ela põe um freio na terceirização de nossa cidade.

MARLENE MATIAS

Presidente do SINDSERV

Pesquise