GCMs não suportam mais tanta enrolação!

gcm sbcÉ impressionante a capacidade da atual Administração em não solucionar os problemas que são de sua alçada. Pior: mais impressionante ainda é sua capacidade de criar novos problemas e de trazer uma sensação de abandono aos trabalhadores.

É este o sentimento da maioria dos Guardas Civis Municipais quando se dão conta que os problemas continuam sem solução. Veja alguns exemplos:

- Cadê a equiparação salarial com a PM? Promessa de campanha que muitos acreditaram...

- Cadê o diálogo e o respeito prometidos no palanque?

- Cadê a adequação a condições minimamente dignas de trabalho na Base da Praça Lauro Gomes, depois de um ano de reuniões, ofícios e denúncia?

- Cadê a manutenção nas demais bases, que estão caindo aos pedaços? Vejam o exemplo da Central de Monitoramento, que a cada chuva coloca os GCMs em risco. É alagamento, é teto caindo...

- Cadê o respeito a uma corporação que, depois de 19 anos, tem que ver seus valorosos membros com uniformes rotos, sem botas, sendo obrigados a trabalhar de tênis ou sapatos convencionais?

O SINDSERV tem orgulho de ter em seus quadros os trabalhadores da GCM, que prestam serviços importantíssimos à cidade, que estão ao lado do povo quanto ele precisa, que não temem entrar nas enchentes para resgatar os munícipes, nem de enfrentar a criminalidade para defender os cidadãos.

É por isso que lamentamos que alguns tenham se iludido e caído no "canto da sereia", canto mentiroso que reproduziu a farsa de que "sem o sindicato seria possível negociar". A única solução para conquistar o que é nosso por direito é a organização da categoria em um único espaço de luta!

Já demos mostras de que somos capazes de transformar esse desânimo em descontentamento, o descontentamento em organização, a organização em mobilização e a mobilização em reação, com o devido enfrentamento para arrancar o que é nosso.

Por isso, vamos levantar nossas cabeças e ir à luta, como fomos em 2007 e em 2015!

Pesquise