Em defesa dos servidores e do serviço público de qualidade

A mobilização precisa continuar! Plenária nacional será realizada na após aprovação da PEC 32 em comissão; Alex Manente vota contra os servidores

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Confederações, federações e sindicatos de servidores públicos farão grande ato na sexta-feira (24/09) em Brasília para definir os próximos passos da categoria contra a votação da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 32, que versa sobre a implantação da Reforma Administrativa, foi aprovada na comissão especial. O relatório da PEC 32 foi aprovado em comissão especial da Câmara dos Deputados nesta quinta-feira (23/09) e segue para votação entre os demais deputados. Com isso, torna-se ainda mais vital que nossa categoria esteja unida e manifestando todo o repúdio contra a reforma – inclusive informando a população como um todos, entre amigos e familiares sobre os riscos da reforma.

Para ser aprovada, a PEC precisa de 308 votos dos deputados e deputadas federais. Em São Bernardo do Campo, Alex Manente, um dos deputados que representam a cidade no Congresso e que é integrante da comissão especial da Reforma Administrativa, votou contra o servidor público. Ele foi um dos 28 parlamentares que deram aval para o projeto ser encaminhado para votação em plenário na próxima sessão da Câmara.

PEC – Em resumo, a proposta visa tirar de conquistas históricas de nossa categoria e direitos sociais do povo brasileiro e ampliar a possibilidade de contratação direta por meio de indicação política. Isso geraria um ‘batalhão’ de servidores prestando serviços diretos à classe política.

Dessa forma o serviço público poderá estar à mercê de quem estiver no poder, dando ainda mais privilégios à classe política e limitando a já desfavorecida população que necessita dos serviços públicos. Na ponta deste processo está o sucateamento de serviços básicos na Saúde, Educação, Segurança, entre outros. Abre-se assim, também, uma enorme brecha para a privatização de serviços que devem ser prestados de forma gratuita todos e todas nós.

Sob esse cenário, é de importância manifestarmos o repúdio à PEC 32 e pressionarmos os deputados federais para que a reforma seja derrubada.

Confira a votação completa da Comissão Especial da Reforma Administrativa:

Votaram sim (28)

Carlos Jordy (PSL-RJ)
Coronel Tadeu (PSL-SP)
Luiz Lima (PSL-RJ)
Arthur O. Maia (DEM-BA)
Kim Kataguiri (DEM-SP)
Marcel van Hattem (NOVO-RS)
Alceu Moreira (MDB-RS)
Mauro Lopes (MDB-MG)
Bosco Costa (PL-SE)
Giovani Cherini (PL-RS)
Paulo Ganime (NOVO-RJ)
Fernando Monteiro (PP-PE)
Ricardo Barros (PP-PR)
Darci de Matos (PSD-SC)
Misael Varella (PSD-MG)
Stephanes Junior (PSD-PR)
Aroldo Martins (REP-PR)
Henrique Paraíso (REP-SP)
Roberto Alves (REPUBLICANOS-SP)
Lucas Gonzalez (NOVO-MG)
Samuel Moreira (PSDB-SP)
EuclydesPettersen (PSC-MG)
Marcelo Moraes (PTB-RS)
Alex Manente (CIDADANIA-SP)
Gastão Vieira (PROS-MA)
Tiago Mitraud (NOVO-MG)
Evair de Melo (PP-ES)

Sergio Souza (MDB-PR)

Votaram não (18)

Márcio Labre (PSL-RJ)
André Figueiredo (PDT-CE)
Wolney Queiroz (PDT-PE)
Sebastião Oliveira (AVANTE-PE)
Alcides Rodrigues (PATRIOTA-GO)
Alice Portugal (PCdoB-BA)
Léo Moraes (PODE-RO)
Israel Batista (PV-DF)
Paulo Pereira (SDD-SP)
Alencar S. Braga (PT-SP)
Leo de Brito (PT-AC)
Rogério Correia (PT-MG)
Rui Falcão (PT-SP)
Camilo Capiberibe (PSB-AP)
Gervásio Maia (PSB-PB)
Milton Coelho (PSB-PE)
Ivan Valente (PSOL-SP)
Joenia Wapichana (REDE-RR)
Fonte: Portal da Câmara dos Deputados

Deixe um comentário