Em defesa dos servidores e do serviço público de qualidade

Descaso: GCMs denunciam abandono em base central da guarda

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Mais uma denúncia de abandono envolvendo a Secretaria de Segurança Urbana (SSU) chegou ao Sindserv SBC. Desta vez, guardas civis municipais, em condição de anonimato, denunciaram ao sindicato péssimas condições estruturais na base central da GCM. Em vasto material fotográfico apresentado, é possível verificar banheiros entupidos, infiltrações e sem chuveiros.

Também foi denunciado o alagamento da base. Diante da precariedade, os guardas são obrigados a se deslocar a outros prédios da prefeitura para tomar banho e trocar de roupa. A estrutura da base central é considerada essencial pelos servidores da Segurança, já que atuam no dia a dia na rua.
Vale lembrar que a base central da GCM fora realocada para os barracões do canteiro de obras do piscinão do Paço Municipal, desconsiderando uma estrutura histórica que era usada como base no centro da cidade.

O descaso é ainda maior levando em consideração a insistente tentativa do sindicato em agendar reunião com o comando da SSU para realizar vistoria no local. Em todas as tentativas, foram informadas a necessidade e ofício para formalizar as reuniões, mas até agora não houve retorno por parte da atual administração em nenhuma das tentativas.

Essa não é a primeira vez que os guardas civis municipais apontam descaso por conta da prefeitura. No início da pandemia, a gestão obrigou as viaturas da GCM a transportar pacientes ou suspeitos de estarem contaminados com a COVID-19. Pouco tempo depois, o Sindserv SBC denunciou a falta de roupa de frio para novos guardas – fato que gerou a categoria a realizar uma arrecadação solidária entre os próprios servidores para a compra de equipamentos obrigatórios.

Deixe um comentário