Em defesa dos servidores e do serviço público de qualidade

Novos GCMs não recebem uniforme de frio e corporação faz campanha solidária para novos integrantes

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

O descaso da atual administração de São Bernardo com o servidor público ganhou um novo episódio nessa semana. Os 77 novos integrantes da Guarda Civil Municipal (GCM), que se juntaram à corporação no último dia 1º de julho, passaram a atuar na cidade sem o uniforme completo da guarda. Em pleno inverno, os novatos não receberam as blusas para enfrentar o frio durante seu expediente.

O fato em si já é bastante escandaloso, levando em consideração que o atual prefeito tem como plataforma de governo a segurança. Entretanto, a falta do uniforme completo tem levado os novos integrantes a desembolsarem do próprio para compor o equipamento de trabalho, conforme aponta reportagem do jornal Diário do Grande ABC.

Tal situação levou a um fato inusitado dentro da GCM: uma campanha de doação de blusas para os novos integrantes da corporação. O Sindserv teve acesso a um áudio que foi enviado a toda a guarda. No material, é solicitado aos servidores da GCM doações de blusas, em uma campanha solidária de acolhimento dos novos servidores.

Histórico – a Guarda Civil Municipal tem sido alvo de uma série de descasos por parte da prefeitura. No início da pandemia, o sindicato denunciou o uso dos veículos da GCM – sem EPIs – para transporte de pacientes com suspeita de COVID-19. O descaso foi parar na Justiça. Em outra ocasião, o Sindserv cobrou de forma judicial a testagem em massa dos servidores em seu retorno aos trabalhos, sobretudo os considerados da linha de frente, caso dos guardas.

Deixe um comentário