Em defesa dos servidores e do serviço público de qualidade

Prefeitura desvaloriza o EJA e ameaça a educação de jovens e adultos

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
O desmonte de programas e serviços voltados para jovens, adultos e idoso que não tiveram acesso à educação em idade convencional tem sido cada vez maior em São Bernardo. O Sindserv tem recebido denúncias de servidores e alunos do programa dando conta de um desmonte do serviço.
De acordo com os relatos recebidos, a atual administração da cidade pouco tem divulgado a abertura das inscrições do programa, dificultando o acesso de novos alunos ao serviço.
Tal prática não é novidade para os munícipes. Desde 2017, o mesmo governo vem sucateando salas de educação profissionalizante, além de dificultar o acesso ao CAGECPM (Curso de Autogestão do Conhecimento Presencial e Modular) e além de fechar salas de aula com número reduzido de alunos.
E ainda retira essa estrutura dificultando o acesso a quem não teve condição de estudar na idade correta, dando um mau exemplo para o processo de inclusão nas comunidades.
Na outra ponta desse processo estão os servidores da Educação, que são desvalorizados em meio ao descaso com os programas.

Deixe um comentário