Em defesa dos servidores e do serviço público de qualidade

Prefeitura pode ‘decretar o fim’ do IMASF com venda de carteira do instituto

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

O IMASF (Instituto Municipal de Assistência à Saúde do Funcionalismo), marco na prestação de serviços de saúde ao servidor municipal, pode estar passando pelos seus últimos suspiros sob a atual gestão da Prefeitura de São Bernardo. O Sindserv SBC teve acesso a uma análise situacional do instituto, elaborada por uma empresa de consultoria.

No documento, do exercício de 2019, é recomendado ao IMASF a venda da carteira atual dos planos. Na prática, a indicação aponta para a transferência do convênio para uma empresa terceirizada. O documento ainda aponta o envelhecimento da carteira, ou seja, o avanço na idade dos servidores beneficiários a partir de 59 anos, para a necessidade de ‘passar para frente’ o IMASF.

É sempre bom lembrar que foi com o governo Morando que o processo de desmonte do IMASF foi acentuado. Em 2020, por exemplo, a farmácia e laboratório do IMASF foram encerrados, ambos com o aval da bancada de vereadores de sustentação do governo no Legislativo após projeto de lei apresentado pelo prefeito.

Deixe um comentário