Em defesa dos servidores e do serviço público de qualidade

Sindicato recebe a exposição ‘Sonhos (In)Desejados’ entre 4 e 20 de novembro

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

A exposição ‘Sonhos (In)Desejados’ é um esforço do artista Fábio Ribeiro em representar aqueles sonhos que não se quer ter, mas que não se pode negar a existência. Uma reprodução particular dos delírios diários causados por uma sociabilidade moribunda, que insiste em esconder sua decrepitude. Suas imagens debatem o medo, a loucura, a ansiedade e o desespero que habitam nossas vidas, mas são vitalmente negadas por aqueles que nos vendem a aparência do mundo da felicidade e dizem combater o ‘desequilíbrio’ com cápsulas de consumo e consumo de cápsulas.

São os sonhos de quem se mantém acordado durantes noites a fio. Os devaneios que aparecem nos momentos de insônia e desvelam o grito seco diante do intolerável. Todos sabem da existência destes pesadelos, mas poucos aceitam a convivência com os sentimentos que lhes são característicos. Sua representação é necessária, pois abre caminho para os sonhos que queremos ter. Fábio Ribeiro nasceu em São Bernardo do Campo, 1985. É pintor, pesquisador e educador. Graduou-se em ciências sociais (2008) e, desde então, dedica-se à pesquisa das relações entre arte, cultura e política. Em seu mestrado (2012), estudou a obra do artista plástico Gontran Guanaes Netto.

É membro-fundador da Escola Livre de Ciências e Artes, onde tem trabalhado, desde 2007, como animador cultural, expositógrafo e restaurador. Já participou de várias exposições/intervenções artísticas individuais e coletivas e realizou, entre 2012 e 2015, residência artística no Ateliê-Casa da Memória Coletiva, em Itapecerica da Serra. Atualmente integra o Coletivo Tocah (Trabalhadores Organizados Construindo Arte e História) e compõe a coordenação do Curso Popular Marielle Franco e do Ateliê do Cafezal.

Acompanhe a exposição no Sindserv SBC (Rua Caetano Zanela, nº 90), de 04 a 20 de novembro (segunda a sexta, das 9h30 às 17h30).

Deixe um comentário