Em defesa dos servidores e do serviço público de qualidade

Nota de Repúdio da USTB

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
zerubem

Nós da USTB vimos por intermédio desta Nota declarar o nosso repudio e preocupação com a atitude antidemocrática que o Presidente o Sr. Jair Messias Bolsonaro tomou ao editar a Medida Provisória (MP – 873 de 01 de março de 2019) e em seguida a edição do decreto 9735 de 21 de março de 2019.

As duas medidas juntas são uma afronta ao sindicalismo brasileiro e uma tentativa descarada de acabar com as entidades sindicais minando as suas fontes de recursos inviabilizando assim as entidades de lutar pela defesa dos direitos dos trabalhadores e em consequência disto os trabalhadores ficaram desassistidos nos momentos de negociação e também de diversos benefícios que as entidades levam aos seus filiados.

Independente das bandeiras de Centrais Sindicais achamos que neste momento temos todos que nos unir por isso repudiamos aqui também a atitude do Sr. Roberto Castelo Branco Presidente da PETROBRAS de neste mês já comunicou os Sindicatos do sistema Petros que com base nas duas medidas presidenciais não iria mais fazer nenhum desconto em folhas dos funcionários.

Semelhantemente nossa solidariedade vai ao Sindicato dos Servidores Públicos de São Bernardo do Campo – SINDSERV SBC bem como toda a sua categoria, e repudiamos veementemente a atitude antidemocrática e desrespeitosa do prefeito Orlando Morando (PSDB) de interromper os descontos em folha já no mês de março de 2019 da contribuições mensais dos sindicalizados.

Abrimos abaixo um espaço em nosso site para o Presidente do SINDSERV-SBC, o Jose Ruben para se manifestar segue abaixo:

zerubemQuero aqui primeiramente agradecer a Central Sindical USTB (União dos Servidores e Trabalhadores no Brasil) pela solidariedade e também pelo apoio e por abrir este canal para que possamos nos manifestar diante deste ataque sistemático ao Sindicalismo.

Infelizmente o prefeito Orlando Morando alem de não estabelecer dialogo os trabalhadores públicos através da sua entidade representativa legitima e acuado com a crescente insatisfação da categoria tenta asfixiar financeiramente a entidade sindical. Baseado em uma Medida Provisória inconstitucional decretada na sexta feira que antecedeu o feriado de carnaval, Morando decide intervir na opção voluntaria de milhares de trabalhadores que escolheram fortalecer a entidade sindical através da contribuição mensal.

Esta medida coloca em risco os processos judiciais movidos pelo SINDSERV SBC em favor dos sindicalizados e pode impedir a continuidade de vários convênios que amenizam a falta de uma política de cargos, carreiras e salários por parte da administração municipal e dificultar a manutenção de empregos e prestação de serviços no próprio Sindicato.

Apelamos ao bom senso e a atitude republicana e democrática por parte do prefeito Orlando Morando. O Direito fundamental a livre organização dos servidores, fruto de lutas históricas, não pode ser desrespeitado de maneira tão vil.

Assim reiteramos que somos totalmente contra estas medidas que somadas com a reforma da previdência e a já aprovada e em vigor reforma trabalhista, leva o trabalhador de volta aos anos 30 e 40 do século passado pois não tinham sindicatos e sem direitos trabalhistas.

Estaremos aqui firme e fortes na luta contra tudo isso.

USTB Fazendo Sempre o Melhor para Você !

Deixe um comentário